Netflix estreia curta indicado ao Oscar que usa repetição para evidenciar o racismo



Carter James, um cartunista negro, depois de passar uma noite com uma jovem, é parado por um policial branco. O que acontece a seguir é muito familiar: Carter é derrubado no chão e estrangulado pelo oficial.


“Esta mensagem é importante para mim e me afeta porque, como um homem negro, eu experimentei e vi uma quantidade enorme de mortes e de violência armada. Já tive a arma de um policial apontada para minha cara. Fiquei olhando para o cano de uma arma da polícia e isso não é algo que todo mundo sentiu ou deveria experimentar, mas tudo isso culmina neste filme.” (Travon Free, co-diretor e roteirista de DOIS ESTRANHOS)


DOIS ESTRANHOS

Diretor: Travon Free e Martin Desmond Roe

EUA, 2020, 32 min


onde ver:





Assine a newsletter Filmedodia.com