Mais 6 filmes da Mostra de SP começam a ser exibidos grátis no Sesc Digital


A plataforma exibe, a partir das 20h de 26/10, uma animação sobre lugares imaginários, um documentário sobre preservação de filmes e uma ficção eslovena, entre outros títulos.


Os filmes têm limite de até 800 visualizações.

Clique nos títulos para assistir.


ARQUIPÉLAGO

Diretor: Félix Dufour-Laperrière

(Canadá, 72 min)

Animação sobre ilhas inventadas, o longa imagina um lugar e seus habitantes, contando e sonhando um pouco do nosso mundo e do nosso tempo.




A ARTE DA MEMÓRIA

Diretor: Rodrigo Areias

(Portugal, 50 min)

A partir da memória de locais e do seu contexto, o documentário mergulha no processo criativo de três artistas visuais contemporâneos: Daniel Blaufuks, Pedro Bastos e José Rufino. Ao vasculhar os acasos e a desordem, chegamos à mitologia pessoal do diretor, assumindo que a memória é uma ficção como qualquer filme.



CAMINHO INCERTO

Diretor: Pablo García Pérez de Lara

(Espanha, 102 min)

O fim da Eddie Saeta, produtora de cinema de Luís Miñarro, em 2015, é o ponto de partida deste documentário. Pablo García Pérez de Lara, diretor de um dos primeiros filmes de sucesso da Eddie Saeta, Fuente Álamo, registra o momento, enquanto reflete sobre sua trajetória pessoal e a carreira de cineasta.




ERRANTES - UMA HISTÓRIA ROHINGYA

Diretores: Olivier Higgins e Mélanie Carrier

(Canadá, 88 min)

O documentário registra a crise humanitária no campo de refugiados de Kutupalong, que, em 2017, reuniu milhares de pessoas da minoria muçulmana rohingya que fugiram do genocídio em Mianmar.




FILME, O REGISTRO VIVO DE NOSSA MEMÓRIA

Diretora: Inés Toharia Terán

(Canadá/Espanha, 119 min)

Por que ainda assistimos a imagens capturadas há mais de 125 anos? À medida que entramos na era digital, o patrimônio audiovisual parece ser um fato seguro e óbvio. No entanto, muito do cinema e da nossa história filmada já se perdeu para sempre. Arquivistas, técnicos e cineastas de todo o mundo explicam o que é a preservação audiovisual e sua importância.




IMPASSE

Diretor: Vinko Möderndorfer

(Eslovênia, 87 min)

Um acontecimento trágico une dois casais de classes sociais opostas e que, aparentemente, nada têm em comum.




ERRANTES - UMA HISTÓRIA ROHINGYA

Diretores: Olivier Higgins e Mélanie Carrier

(Canadá, 88 min)

O documentário registra a crise humanitária no campo de refugiados de Kutupalong, que, em 2017, reuniu milhares de pessoas da minoria muçulmana rohingya que fugiram do genocídio em Mianmar.


 

Receba a newsletter

FILMEDODIA.COM