Guia reúne 100 filmes dirigidos por mulheres


“É complicado programar cineastas… Não há muitos filmes de mulheres”, ironiza a jornalista Véronique Le Bris, autora do já indispensável guia “100 Grands Films de Réalisatrices”, (100 Grande Filmes de Diretoras), lançado em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.


A publicação também ressalta que em março de 1896, uma mulher, Alice Guy, secretária de Léon Gaumont, filmou a primeira ficção da história: LA FÉE AUX CHOUX (A Fada dos Repolhos). Embora tenha inovado a nascente linguagem do cinema ao introduzir efeitos especiais, câmera lenta, acelerações, sobreposição, superproduções e até close-ups, Alice Guy permanece desconhecida, e seu trabalho, embora extraordinário, está pouco disponível.


O objetivo do guia é, portanto, recuperar a contribuição dela, bem como as de todas as diretoras que a sucederam na história do cinema, de somar as páginas que faltam àquela hoje escrita principalmente por historiadores, muitas vezes homens…



Leia um trecho da Introdução:


Existe um cinema feminino? Esta questão recorrente é uma armadilha e sempre acompanha as discussões a respeito de igualdade. No entanto, é irrefutável que existem mulheres cineastas desde o início do cinema e que suas obras são menos conhecidas, menos identificadas, derrotadas pelas realizadas pelos pares masculinos.


É fato que ninguém vai ver um filme exclusivamente por ele ter sido dirigido por uma mulher ou por um homem, talvez por um tal ou por uma tal. Mas as realizadoras, por terem ficado menos visíveis, por serem menos mencionadas, têm mais dificuldade de atrair atenção.


Há muitos filmes bons dirigidos por mulheres e muito mais que cem! Menos consideradas, menos financiadas, menos difundidas na mídia, as mulheres são menos conhecidas e mais ignoradas com maior rapidez. A obra delas é menos requisitada, seus filmes são menos restaurados e acabam desaparecendo.


O trabalho delas está, em grande parte, ausente dos dicionários, das retrospectivas, das homenagens e das premiações, não por causa de menos talento mas porque este círculo vicioso as condena ao esquecimento. Falar especificamente do cinema realizado por mulheres é justamente lutar contra este apagamento.



100 GRANDS FILMS DE RÉALISATRICES

Autora: Véronique Le Bris

França, Arte Éditions, 2021, € 19,95


onde comprar: bit.ly/30raP3G



LA FÉE AUX CHOUX

(Alice Guy, 1896)